top of page
Buscar
  • ESTADO de MINAS

Cannabis medicinal é eficaz no tratamento da insônia

Estudos recentes comprovam que a cannabis medicinal tem grande eficiência para tratar a falta de sono, problema que afeta milhões de brasileiros


Sua mente dispara quando tenta dormir? Acorda de madrugada e não consegue pegar no sono novamente? Esses são alguns dos sintomas da insônia, um mal que afeta mais de 45% da população mundial, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Entre as principais consequências da perda de sono estão a falta de atenção, irritabilidade, dor de cabeça e lentidão de raciocínio.

Com a pandemia de COVID-19, o estresse e as preocupações pioraram ainda mais a qualidade do sono. Segundo a Associação Brasileira do Sono (ABS), atualmente, 73 milhões de brasileiros (quase um terço da população total do país) sofrem de insônia. Esse número alarmante tem feito com que muitos médicos e pacientes busquem, cada vez mais, por medicamentos e tratamentos que ajudam a reverter esse quadro e melhorar a qualidade de vida das pessoas que sofrem com as noites mal dormidas.


Medicações sedativas e mudança dos hábitos alimentares já são algumas práticas que os pacientes costumam adotar. No entanto, estudos recentes realizados por médicos e cientistas apontam que o tratamento à base de canabidiol (CBD) é uma nova e importante forma de abordagem no tratamento da insônia.

Segundo Pedro Alvarenga, médico da Ease Labs, grupo empresarial especializado em produtos à base de cannabis para uso medicinal, as últimas pesquisas indicam que a administração do CBD melhora a qualidade do sono, auxiliando nesses distúrbios. “Em pesquisas observacionais é possível perceber que o tratamento com canabidiol é promissor nos transtornos de ansiedade e sono, sem efeitos colaterais relevantes”, destaca o médico.


Um estudo da Universidade do Estado do Colorado, realizado em 2019, mostrou que após um mês de terapia com o cannabidiol, dois terços dos 103 pacientes que participaram da pesquisa apresentaram redução da insônia. A continuidade do tratamento identificou, no segundo mês de tratamento, uma nova melhora no quadro de perda de sono desses pacientes. No Brasil, já existem muitos pacientes que utilizam a cannabis medicinal e percebem grandes melhorias na sua qualidade de vida.

É o caso do Geraldo, 60, que começou a fazer o uso da cannabis para tratar de depressão e insônia. “Com a pandemia acho que várias pessoas, assim como eu, entraram em um processo de depressão. Além disso, sempre tive uma qualidade de sono muito ruim, acordando várias vezes durante a noite. Passei a fazer o uso do CBD e uso antes de dormir. Hoje consigo dormir a noite inteira, em um sono profundo, com isso minha qualidade de vida melhorou muito”, afirma.


Melhora no apetite e no humor


Vale ressaltar que a cannabis medicinal é eficaz nos transtornos de sono porque o CBD atua nos receptores do sistema endocanabinoide. Com isso, a substância auxilia em alguns processos do corpo humano, melhorando sistemas funcionais relacionados ao sono e favorecendo o efeito dos neurotransmissores como serotonina e endorfina, além de melhorar os processos fisiológicos como apetite e melhora do humor. No entanto, é importante destacar que é fundamental a orientação médica para realizar o tratamento.


“A avaliação médica é imprescindível para o sucesso terapêutico com o canabidiol. É necessário saber as causas da insônia para depois iniciar o tratamento que promoverá a melhora da qualidade de vida e do bem-estar”, afirma Alvarenga. Geraldo complementa: “comecei a fazer esse tratamento como indicação da minha psiquiatra. Como não me adaptei ao antidepressivo tradicional, ela me recomendou o CBD. Com a dosagem correta tive grande melhora na minha saúde”.

O tratamento com a cannabis ainda é bastante restrito, apesar de possível, principalmente no Brasil. À medida que os estudos avançam e mais pacientes conseguem obter bons resultados, a tendência é que o uso da cannabis para transtornos do sono e outros problemas de saúde alcance mais pessoas.


bottom of page